"Balneário do Barcelona? Nunca tinha visto nada assim"

Quique Setién chegou ao comando técnico do Barcelona em janeiro de 2020, para render Ernesto Valverde, proveniente do Real Betis, mas nem tudo correu pelo melhor ao treinador espanhol.

O técnico, de 62 anos, abriu o livro sobre a sua curta passagem pelo emblema catalão, que terminou em agosto desse mesmo ano, e falou sobre os problemas que encontrou no balneários dos culés.

“Nunca tinha visto um balneário assim, nem na seleção nem no Atlético de Madrid [como jogador]. Aquilo era outra coisa. E isso sim é que provocou um choque. Há muita coisa que é impossível controlar. Encontras um balneário que não é feliz. O que encontrei ali nunca tinha visto em quarenta anos no futebol”, começou por dizer Quique Setién em entrevista à revista espanhola Jot Down, ele que se afastou do futebol depois de deixar o Barcelona.

“O futebol que eu estava a viver nos últimos anos não era o futebol de que eu gostava. Eu sempre gostei mais de ser jogador de futebol e jamais pensei que pudesse vir a ser treinador de futebol”, atirou.

Setién, que treinou Lugo, Las Palmas, Real Betis e Barcelona, disse ainda que não se vê regressar ao futebol profissional nos próximos tempos.

“Não agora. É também que não me apetece. Nada. Além disso, tenho muito que fazer aqui. Vou treinar um equipa de juniores de segundo ano do campeonato nacional, vou ser assistente de um rapaz que está lá como treinador, para ajudá-lo. De resto, agora não me vejo a treinar de novo, perdi todo o interesse”, concluiu.

Leia Também: Real Madrid e Barcelona fora de acordo multimilionário na La Liga

pin up

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *